No ar
Especial Sábado
domingo, 24 de junho de 2018
(37) 99103-6865
Notícias

22/05/2018 ás 13h49 - atualizada em 22/05/2018 ás 16h01

Redação

Campos Altos / MG

Greve de caminhoneiros provoca desabastecimento em postos de combustíveis de Campos Altos
Greve de caminhoneiros
Greve de caminhoneiros provoca desabastecimento em postos de combustíveis de Campos Altos
Foto: Reprodução

A greve dos motoristas de caminhões, deflagrada no Brasil, começa a provocar desabastecimento em postos de combustíveis de Campos Altos/MG e região, em alguns locais o combustível não chegou aos postos  e a população corre o risco de não conseguir abastecer seus veículos, principalmente com gasolina.


Rodovias de Minas Gerais têm pelo menos 40 pontos com bloqueios parciais na tarde desta terça-feira, em mais um dia de protesto de caminhoneiros contra os aumentos seguidos do preço do diesel. Apenas uma das faixas está liberada. Carros de passeio, ambulâncias, ônibus e motos são autorizados a passar.


Desde que começou a adotar a política de reajustes diários dos preços dos derivados de petróleo, em 3 de julho do ano passado, a Petrobras já elevou o preço do óleo diesel em suas refinarias 121 vezes, o que representou uma alta de 56,5%. Apenas neste ano, o preço do diesel subiu 38 vezes.


A Petrobras anunciou nesta terça-feira (22) uma redução nos preços do Diesel e da Gasolina. A diminuição no preço foi publicada no site da empresa neste segundo dia em que caminhoneiros fazem protestos nas rodovias em diferentes estados do país. Os novos preços começam a valer já a partir desta quarta-feira (23).


A mudança quebra uma sequência de aumentos para os dois combustíveis que vem sofrendo reajustes quase diários. Na segunda-feira, a empresa havia anunciado novos aumentos tanto para a gasolina quanto para o diesel, o que causou o primeiro movimento de caminhoneiros para protestarem nas estradas de pelo menos 17 estados em todo país. 


Os reajustes, segundo a Petrobras, estão ocorrendo por conta do aumento do preço do barril do petróleo no mercado internacional. Parte desse aumento pode ser explicado pelos resultados das eleições na Venezuela. Uma possível diminuição da produção do combustível fóssil no país causou uma escalada nos preços.


Uma nova reunião foi convocada para esta terça (23) e deve contar com o presidente da Petrobras, Pedro Parente, e com os ministros Eduardo Guardia e Moreira Franco, da Fazenda e Minas e Energia respectivamente.


As autoridades devem debater uma possível redução na cobrança de impostos nos combustíveis. Na segunda, o presidente Temer também se reuniu com os ministros, mas nenhuma mudança foi anunciada.


Os atos de segunda e terça-feira travam a passagem de outros caminhões nos lugares das manifestações, mas liberam a passagem de carros de passeio e outros veículos. Em alguns dos atos, os caminhoneiros bloquearam apenas os acostamentos das estradas.


 

FONTE: Expresso Fm

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium