No ar
Especial Sábado
domingo, 24 de junho de 2018
(37) 99103-6865
Esportes

23/05/2018 ás 09h42 - atualizada em 23/05/2018 ás 13h33

Redação

Campos Altos / MG

Cruzeiro vence Racing e avança às oitavas como líder do Grupo 5 da Copa Libertadores
Cruzeiro vence Racing e avança às oitavas como líder do Grupo 5 da Copa Libertadores
Cruzeiro vence Racing e avança às oitavas como líder do Grupo 5 da Copa Libertadores
DUDU MACEDO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Após início ruim na Copa Libertadores, o Cruzeiro conseguiu dar a volta por cima e se classificou às oitavas de final como primeiro lugar no Grupo 5. Nesta terça-feira, o time celeste se valeu do ótimo começo de jogo para vencer o Racing por 2 a 1, no Mineirão, pela última rodada da chave.


De volta ao time após ficar algumas semanas fora por conta de dores na panturrilha, Thiago Neves abriu o placar para o Cruzeiro logo aos dois minutos de jogo. Lucas Silva ampliou aos dez. Centurión, aos 27 da etapa inicial, descontou para os argentinos, que pressionaram em busca do empate, que os favorecia, mas perderam algumas chances. Por outro lado, a Raposa também desperdiçou várias chances para matar o jogo.


Se Thiago Neves foi para o jogo e até balançou as redes, o lateral-direito Edilson ficou no banco. Assim, Lucas Romero permaneceu improvisado na posição. No meio-campo, Rafinha foi vetado pelo departamento médico porque sentiu desconforto muscular. Robinho começou como titular.


A equipe celeste avançou em primeiro com 11 pontos, mesma pontuação que o Racing, mas à frente no saldo de gols: dez contra seis. O Vasco, que venceu a Universidad de Chile, em Santiago, por 2 a 0, fechou a participação na Libertadores na terceira posição do grupo, com cinco pontos, superando os chilenos no saldo e classificando-se para a Copa Sul-Americana.


O Cruzeiro, agora, aguarda o sorteio, que será realizado no dia 4 de junho, na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai, para saber quem será o adversário nas oitavas de final da Libertadores. Como avançou em primeiro do grupo, o time celeste vai pegar na próxima fase o segundo colocado de alguma das outras sete chaves, ou até o próprio Racing, e terá como vantagem decidir em casa a vaga para as quartas de final.


Agora, o Cruzeiro foca somente no Campeonato Brasileiro até a parada para a Copa do Mundo. No próximo domingo, às 16h, o time celeste enfrenta o Santos, no Pacaembu, pela sétima rodada da competição nacional.


O jogo


Após desfalcar o Cruzeiro nas últimas semanas por conta de dores na panturrilha direita, o meia Thiago Neves voltou ao time nesta terça-feira. E o camisa 30 mostrou sua importância para a equipe logo aos dois minutos. Sassá chegou à linha de fundo e cruzou para o meio da área. Após bate-rebate, a bola sobrou limpa para o armador estufar as redes abrindo o placar para a Raposa no Mineirão. Ouça o gol!


A equipe celeste estava impossível no início do jogo. Sassá recebeu em velocidade e saiu na cara do gol, mas finalizou muito mal desperdiçando uma grande oportunidade para ampliar o marcador.


No entanto, o Cruzeiro voltou à carga e marcou o segundo gol aos dez minutos de jogo. Lucas Silva roubou a bola na intermediária de ataque, driblou os defensores do Racing na entrada da área e bateu no canto do goleiro Musso: 2 a 0 para o time celeste. Ouça o gol!


Mas o ótimo futebol apresentado pelo Cruzeiro no começo da partida desapareceu de forma repentina a partir dos 20 minutos. Ao mesmo tempo, o Racing, que estava perdido em campo, cresceu e partiu para cima. Depois de muito pressionar, os argentinos diminuíram o placar aos 27. Solari cruzou para a área, a zaga celeste não soube tirar e Centurión, livre de marcação, pegou de primeira acertando um belo chute no canto de Fábio.


Mesmo com o gol sofrido, o Cruzeiro não mostrou reação. Por outro lado, o Racing continuou em cima e por muito pouco não empatou. Egídio errou um corte de cabeça no meio-campo e a bola sobrou para Lautaro Martínez que lançou Solari. O jogador argentino saiu cara a cara com Fábio e mandou por cima do goleiro, mas a bola bateu na trave. Pouco depois, Donatti arriscou de longe e a bola passou rente à trave.


Aos 42 minutos, Sassá balançou as redes, mas o gol foi invalidado porque o atacante estava em impedimento. O terceiro gol do Cruzeiro poderia ter saído pouco depois com Arrascaeta, que foi lançado e apareceu cara a cara com o goleiro do Racing, tentou driblar Musso, mas perdeu a bola para o arqueiro argentino.


Na etapa final, o jogo ficou mais brigado e as duas equipes criaram poucas chances ofensivas. O Cruzeiro chegou uma vez com Sassá, após grande arrancada de Arrascaeta. O atacante celeste invadiu a área e bateu no canto obrigando Musso a fazer ótima defesa.


O Racing ainda buscava o gol de empate, mas também parou em grande defesa de Fábio. Pillud cruzou na medida para Centurión, que acertou um peixinho e o camisa 1 celeste defendeu com o peito.


Nos acréscimos, Raniel recebeu sozinho na área, mas enfiou o pé na bola e mandou para fora perdendo mais uma chance para o Cruzeiro fazer o terceiro. Sorte que não fez diferença e o time celeste venceu a partida.


Cruzeiro 2 x 1 Racing


Cruzeiro: Fábio; Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Robinho (Bruno Silva), Thiago Neves (Rafael Sobis) e Arrascaeta; Sassá (Raniel). Técnico: Mano Menezes


Racing: Musso; Pillud, Barbieri (Orbán), Donatti e Soto; Cardozo (Mansilla), Solari (Zaracho), González e Centurión; Lisandro López e Lautaro Martínez. Técnico: Eduardo Coudet


Motivo: última rodada - Grupo 5 da Copa Libertadores


Data: 22 de maio de 2018, terça-feira, às 21h30


Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)


Gols: Thiago Neves (2’/1º), Lucas Silva (10’/1º), Centurión (27’/1º)


Cartões Amarelos: Solari, Lautaro Martínez, Barbieri, González (Racing); Robinho, Léo, Lucas Romero (Cruzeiro)


Árbitro: Andres Rojas (Colômbia)


Auxiliares: Alexander Guzman (Colômbia) e Eduardo Diaz (Colômbia)


Público: 43.276 presentes / 38.564 pagantes


Renda: R$ 2.213.676,00


 

FONTE: Estado de Minas

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium