Quarta, 26 de setembro de 2018
(37) 99103-6865
No ar
Madrugada Especial
Esportes

24/05/2018 ás 18h39 - atualizada em 24/05/2018 ás 18h44

Anderson Carlos

Campos Altos / MG

CBF monitora risco para rodada do Brasileiro por greve de caminhoneiros
CBF monitora risco para rodada do Brasileiro por greve de caminhoneiros
CBF monitora risco para rodada do Brasileiro por greve de caminhoneiros
Greve dos caminhoneiros pode afetar rodada do Campeonato Brasileiro. CBF monitora a situação (Foto: Reprodução/TVGlobo)

A greve de caminhoneiros, que acontece em todo o país, já atinge o futebol. A CBF afirmou estar monitorando a situação em todos os Estados e que por enquanto as partidas estão mantidas, indicando que um eventual adiamento da rodada do Campeonato Brasileiro não está descartado. A paralisação dos caminhoneiros pode afetar os eventos em diversas frentes, desde o abastecimento de bares à logística para deslocamento de efetivo de segurança e o transporte de torcedores.


Consultada pelo GloboEsporte.com no início da tarde desta quinta-feira, a CBF respondeu:


"A Diretoria de Competições da CBF monitora a situação em todos os estados. Por enquanto, os jogos programados estão mantidos".


No Rio de Janeiro, a Ferj anunciou que todos os campeonatos organizados pela federação, tanto os de base, como os de profissionais, terão suas rodadas adiadas neste fim de semana. A medida se deu por conta do desabastecimento de combustível no Estado do Rio de Janeiro. Tanto postos de gasolina, como aeroportos sofrem com a restrição.


Houve protestos no Distrito Federal e 25 Estados nesta quinta-feira. A greve dos caminhoneiros, iniciada em protesto contra os recentes aumentos no preço de combustível, afeta abastecimento de perecíveis em supermercados e paralisa produção de frigoríficos. 


A paralisação já dura quatro dias e provocou suspensão de linhas de ônibus no Rio de Janeiro, redução de 40% dos ônibus em São Paulo, possível falta de querosene de aviação em aeroportos de cinco capitais, falta de combustíveis nos postos de vários estados e alta de preços nos supermercados, chegando a haver limitação de quantidade de determinados produtos por pessoa.

FONTE: G1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium