No ar
Especial Sábado
domingo, 24 de junho de 2018
(37) 99103-6865
Cidades

05/06/2018 ás 17h27

Redação

Campos Altos / MG

Minas Gerais tem novos ataques a ônibus em locais públicos
Mais de 40 veículos foram incendiados desde domingo em mais de 20 cidades
Minas Gerais tem novos ataques a ônibus em locais públicos
Ônibus incendiado na madrugada em Minas Gerais - Reprodução / TV GLOBO

 Novos ataques a ônibus e locais públicos foram registrados em Minas Gerais entre a noite desta segunda e a madrugada desta terça-feira, no Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Sul de Minas Gerais, de acordo com informações do G1. Ao menos 28 pessoas foram detidas neste período e as polícias Militar e Civil investigam se a ordem partiu de integrantes de facções criminosas dentro de presídios.


Já são quase 50 veículos incendiados e vandalizados no estado desde domingo em mais de 20 cidades no estado, segundo o G1. De acordo com a Polícia Militar (PM), 40 pessoas foram presas por suspeita de participação nos ataques até a manhã desta terça-feira. Porém, um levantamento do G1 registrou mais 28 presos entre a noite desta segunda-feira e a manhã desta terça-feira.


Onze ônibus foram atacados em Uberlândia, Uberaba, Tupaciguara, no Triângulo, e Araxá, no Alto Paranaíba, entre a noite de segunda e madrugada desta terça-feira, segundo o G1. Em Tupaciguara, os atos criminosos ocorreram na rodoviária. Em Uberaba, houve danos na fachada de um supermercado e em uma janela do prédio do Ministério Público. Não houve registro de feridos.


Na noite de segunda-feira, cinco ônibus do transporte coletivo foram incendiados em Passos, Machado, Alfenas e Itajubá, no Sul de Minas. Na última cidade, foram dois veículos danificados. Além dos ônibus, criminosos atearam fogo em uma viatura do Sistema Prisional de Varginha, em uma caminhonete em Passos e em um carro de agente penitenciário em Três Pontas.


A Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal e a inteligência do Sistema Prisional investigam o caso e se os ataques estão ligados a um áudio atribuído a facções criminosas, que teriam orquestrado os ataques também no Rio Grande do Norte.


Em nota, o governo de Minas Gerais informou que "está empenhado na resolução e no esclarecimento das motivações que levaram à queima de ônibus e outros eventos de segurança desde o último domingo, em diferentes cidades mineiras". Uma reunião com representantes das forças de segurança foi realizada nesta segunda-feira com o objetivo de traçar estratégias de investigação.


 

FONTE: O Globo

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium