domingo, 21 de abril de 2019
(37) 99103-6865
No ar
Túnel do Tempo
Cidades

25/01/2019 ás 19h03 - atualizada em 29/01/2019 ás 22h50

580

Expresso Fm

Campos Altos / MG

Cerca de 200 pessoas estão desaparecidas após rompimento de barragem, dizem bombeiros
Após 03 anos do rompimento da barragem de Mariana, outro desastre
Cerca de 200 pessoas estão desaparecidas após rompimento de barragem, dizem bombeiros
Instagram

 


O Corpo de Bombeiros confirmou que 200 pessoas estão desaparecidas após o rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, nesta sexta-feira. Ainda de acordo com eles, muitas estavam no refeitório, escritório e oficinas da Vale no momento do ocorrido.


A Defesa Civil de Brumadinho pediu que moradores da parte mais baixa da cidade deixem suas casas e procurem um local seguro. Isso envolve os bairros Canto do Rio, Pires, Amianto, São Conrado, Alberto Flores e Parque da Cachoeira. Conforme o órgão, a tendência é a lama seguir para o Rio Paraopeba. É preciso evitar regiões próximas ao leito do rio. O Instituto Inhotim foi evacuado devido ao risco de inundação.


O prefeito de Brumadinho, Neném da Asa (PV), determinou que todas as equipes do programa Saúde da Família fechem os postos da cidade e se encaminhem para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), Policlínica e para o Hospital Municipal, que devem receber os feridos atingidos pela lama da barragem da Vale. A Defesa Civil de Belo Horizonte foi enviada para o local. O Hospital Pronto-Socorro João XXIII, na capital mineira, está de prontidão para receber as vítimas.


O secretário de Estado de Meio Ambiente, Germano Vieira, afirmou que toda a equipe de emergência foi deslocada para a cidade, assim como um grande contigente de bombeiros, a Defesa Civil estadual e o subsecretário da pasta. Vieira contou que a Vale sobrevoa o local para diagnosticar o tamanho do desastre.


A avenida que acessa a primeira ponte de Brumadinho está interditada pela Polícia Militar (PM) e há congestionamento nas redondezas. Todas as entradas da Vale e ruas das imediações estão bloqueadas. Motoristas devem evitar a região.


Em nota, a Vale afirmou que acionou o Corpo de Bombeiros e ativou o Plano de Atendimento a Emergências para Barragens. "A prioridade total da Vale, neste momento, é preservar e proteger a vida de empregados e de integrantes da comunidade. A companhia vai continuar fornecendo informações assim que confirmadas", declarou. Em nota, o governo de Minas informou que uma força-tarefa do Estado de Minas Gerais já está no local do rompimento da barragem em Brumadinho para acompanhar e tomar as primeiras medidas. O Corpo de Bombeiros por meio do Batalhão de Emergências Ambientais e a Defesa Civil também já estão no local da ocorrência trabalhando e há cinco helicópteros sobrevoando a região e fazendo o atendimento às vítimas.


Um gabinete estratégico de crise será formado para acompanhar de perto as ações. Assim que houver mais informações, o Governo de Minas Gerais emitirá novos comunicados.

FONTE: Itatiaia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium