Sábado, 16 de fevereiro de 2019
(37) 99103-6865
No ar
Experiência de Deus
Notícias

31/01/2019 ás 20h26

285

Redação

Campos Altos / MG

Quase 80% dos deputados estaduais de Minas receberam doações da mineração
Deputados estadeais de Minas
Quase 80% dos deputados estaduais de Minas receberam doações da mineração
Reprodução ALMG

Dos 77 deputados estaduais mineiros que terminam a legislatura nesta semana, quase 80% receberam, para a campanha eleitoral de 2014, recursos de empresas ou grupos que atuam na área de mineração e siderurgia. Naquela época ainda era permitido que pessoas jurídicas fizessem doações para políticos e partidos. A prestação de campanha dos deputados, disponibilizada pelo Tribunal Superior Eleitoral, mostra que apenas 18 deles não receberam dinheiro de mineradoras.


A Itatiaia levantou os dados de um por um dos políticos, levando em conta doações diretas e indiretas. Neste segundo caso, trata-se daquelas que são feitas para os partidos e outros políticos, mas que terminaram usadas pelos deputados. 


Ao todo, as empresas e grupos da área da mineração doaram mais de R$ 4,2 milhões para campanhas de integrantes da Assembleia Legislativa. Entre os dez políticos que mais receberam doações de empresas do ramo estão representantes de oito partidos distintos e, juntos, eles arrecadaram quase R$ 2,3 milhões:


1º - Paulo Guedes (PT): R$ 513 mil


2º - Sávio Souza Cruz (MDB): R$ 340 mil


3º - Gustavo Correa (DEM):R$ 290 mil


4º - Gil Pereira (PP): R$ 220 mil


5º - Bosco (Avante): R$ 210 mil


6º - Tiago Ulisses (PV): R$ 178 mil


7º - Adalclever Lopes (MDB) e Ivair Nogueira (MDB): R$ 140 mil cada um


8º - Gustavo Santana (PR): R$ 135 mil


9º - Elismar Prado (Pros): R$ 125 mil


Em nota, o deputado Paulo Guedes informou que as doações foram feitas dentro legalmente e mediadas pelo partido, que doou ao candidato, e que nunca teve contato com nenhuma mineradora. Guedes ainda garantiu que sempre defendeu o financiamento público de campanha e apoiou as mudanças na legislação eleitoral, que colocaram fim às doações de empresas a candidatos.


Bosco esclareceu que, embora já tenha recebido este tipo doação para campanha em 2014, quando era permitido pela lei eleitoral, nunca deixou de fiscalizar ou votar matérias relacionadas às mineradoras, sempre defendeu regras mais rigorosas na área da mineração e continua empenhado na defesa da vida e do meio ambiente junto à Assembleia.


Ivair Nogueira informou que as doações de empresas àquela época eram autorizadas e legais juridicamente, como está transparente na prestação de contas da campanha.


Procurados pela nossa reportagem, os outros deputados citados não se pronunciaram sobre o assunto até o fechamento desta matéria.

FONTE: Itatiaia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium