Quarta, 19 de junho de 2019
(37) 99103-6865
No ar
Experiência de Deus
Esportes

14/04/2019 ás 19h12

686

Expresso Fm

Campos Altos / MG

Com polêmicas do VAR, Cruzeiro vence o Atlético, toma vantagem e fica a um empate do título
Cruzeiro vence o Atlético, toma vantagem e fica a um empate do título
Com polêmicas do VAR, Cruzeiro vence o Atlético, toma vantagem e fica a um empate do título
Vinícius Silva

O VAR foi o protogonista da primeira partida da decisão do Campeonato Mineiro entre Cruzeiro e Atlético, disputada na tarde deste domingo, no Mineirão. A Raposa venceu o duelo por 2 a 1, reverteu a vantagem do rival e jogará pelo empate no confronto decisivo, no próximo sábado, no Independência. Marquinhos Gabriel e Léo fizeram os gols do Cruzeiro, enquanto Ricardo Oliveira fez para o Atlético. 


O clássico foi bastante movimentado, especialmente no segundo tempo. A Raposa abriu o placar no fim da primeira etapa com Marquinhos Gabriel. O Atlético empatou com Ricardo Oliveira no segundo tempo, mas Léo deixou a Raposa na frente em seguida. O Galo ainda teve a chance de empatar no final, mas Chará perdeu chance incrível.


O VAR teve participação direta no placar, já que apontou um toque de mão em gol marcado pelo centroavante Fred quando o duelo estava 2 a 1. Os atleticanos reclamaram ainda de o recurso não ter sido acionado após o último lance do primeiro tempo, quando Dedé agarrou Igor Rabello na área. O árbitro terminou a partida em seguida e não foi acionado. Como o primeiro tempo terminou, não tinha possibilidade de o lance ser revisto na volta do intervalo. O Atlético também reclama do lance que originou o segundo gol celeste, já que o bandeirinha marcou escanteio erradamente. Porém, não é lance para o árbitro de vídeo.


Pelo momento atual dos rivais, o Atlético fez até um bom jogo. Pecou na parte defensiva, mas não limitou-se a ficar na retranca. Já o Cruzeiro mostrou o bom futebol desta temporada, mas encontrou dificuldade para entrar no sistema defensivo alvinegro. Quando conseguiu, Victor salvou o Atlético. 


Primeira etapa


Nervosismo, tensão, muita marcação, poucas chances de gol e uma polêmica envolvendo o VAR marcaram o primeiro tempo no Gigante da Pampulha. Precisando da vitória para reverter a vantagem, a Raposa dominou a maior parte dos primeiros 45 minutos, atacando com perigo especialmente pelo lado direito da defesa atleticana, explorando a deficiência do lateral Guga. 


Apesar do domínio, o time celeste esbarrava na marcação alvinegra e não conseguia criar chances de gol. Já o Atlético entrou com a proposta de segurar o ataque celeste e contra-atacar. Porém, não tinha força ofensiva para sair com a velocidade necessária, porque Luan e Chará tinham que voltar para marcar os laterais celeste. Além disso, o time perdeu Cazares, que deixou o jogo machucado aos 18 minutos.


Os principais lances da primeira etapa ocorreram após os 40 minutos, quando parecia que o empate prevaleceria. Aos 42, Luan acertou o travessão após cabecear bola cruzada por Vinícius. A resposta do Cruzeiro ocorreu três minutos depois. A defesa do Atlético saiu errado, Fred tocou para Marquinhos Gabriel chutar de fora da área. A bola desviou em Léo Silva e entrou no canto direito de Victor. 


No último lance da primeira etapa, o zagueiro Igor Rabello foi segurado por Dedé na área, mas o juiz Wagner do Nascimento Magalhães não viu e acabou o primeiro tempo em seguida. O VAR também não chamou a arbitragem. O lance não tinha possibilidade de ser revisto na volta da etapa final.


Gols


O Atlético voltou para o segundo tempo disposto a empatar. Criou duas chances antes dos 10 minutos. Na primeira, Fábio evitou o gol de Ricardo Oliveira. Na segunda, o atacante levou a melhor. Vinicius e Chará tabelaram, o colombiano ganhou de Dedé e deu cavadinha para a área. Ricardo Oliveira apareceu no segundo pau e empatou. 


O Cruzeiro não deu muito tempo para o Atlético comemorar o empate e chegou ao segundo gol aos 15 minutos. Robinho cobrou escanteio, a defesa atleticana não conseguiu tirar e o zagueiro Léo aproveitou para chutar cruzado. Os jogadores do Atlético reclamaram muito do lance que originou o escanteio. Imagens de TV mostraram que a bola tocou por último no atleta do Cruzeiro. 


A partida continuou aberta. O Cruzeiro quase ampliou aos 34, em chute de Marquinhos Gabriel que Victor espalmou para escanteio de maneira espetacular. Na cobrança, Fred mandou para as redes, mas o VAR apontou toque de mão do atacante e gol foi anulado.


Nos minutos finais, o Atlético pressionou e quase empatou nos acréscimos. Geuvânio fez jogada individual pelo lado direito do ataque e tocou para Chará, que mandou para fora. 


Antes do fim, o árbitro expulsou Rafinha e Adílson.  


CRUZEIRO 2 X 1 ATLÉTICO 


Cruzeiro: Fábio; Edílson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique, Lucas Romero (Ariel Cabral), Robinho (Rafinha), Rodriguinho (Pedro Rocha) e Marquinhos Gabriel; Fred. Técnico: Mano Menezes


Atlético: Victor; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson e Elias; Luan (Maicon Bolt), Cazares (Vinicius) e Chará; Ricardo Oliveira (Geuvânio). Técnico: Rodrigo Santana


Gols: Marquinhos Gabriel (aos 45’1ºT), Ricardo Oliveira (aos 10’2ºT), Leo (aos 15’2ºT)


Cartões amarelos: Luan, Ricardo Oliveira, Maicon Bolt, Fábio Santos, Adilson, Leonardo Silva, Victor (Atlético); Fred, Henrique, Lucas Romero, Edilson, Marquinhos Gabriel, Rafinha (Cruzeiro)


Cartões vermelhos: Rafinha (Cruzeiro); Adilson (Atlético)


Motivo: primeira partida da final do Campeonato Mineiro


Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)


Público Presente: 51.032


Público Pagante: 44.650


Renda: R$ 1.952.766,00


Data e horário: 14 de abril de 2019 (domingo), às 16h


Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)


Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Michel Correia (RJ)


VAR: Bruno Arleu de Araújo

FONTE: Itatiaia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium