Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

maxresdefault-1
No comando: Expresso Rural

Das 05:00 as 07:00

showdamanha
No comando: Show da Manhã

Das 08:00 as 10:00

ev
No comando: Evangelizar é Preciso

Das 10:00 as 11:00

hqdefault
No comando: Túnel do Tempo

Das 10:00 as 13:00

dont_stop_sml
No comando: Don’t Stop

Das 11:00 as 13:00

12744700_1527110090952535_5084849759476091457_n
No comando: Jornal Expresso Notícia 1° edição

Das 12:00 as 12:10

a-tarde-nossa
No comando: Tarde Nossa

Das 13:00 as 17:00

radios-futebol-espanha
No comando: Futebol

Das 15:30 as 19:30

12744700_1527110090952535_5084849759476091457_n
No comando: Jornal Expresso Notícia 2° edição

Das 17:00 as 17:10

saguaros-agua-desierto
No comando: Ao Por do Sol

Das 17:10 as 19:00

img201511161345554955555med
No comando: A Voz do Brasil

Das 19:00 as 20:00

cn_lua_e_n_com_nome_02_-_c_pia
No comando: Conexão Noturna

Das 20:00 as 22:00

Após cerca de cinco horas interditada, manifestantes liberam BR-354 em Guarda dos Ferreiros

Compartilhe:
foto-capa-diego-oliveira-portal-sg-agora-1

No início da manhã desta quinta-feira (10/08), manifestantes de um movimento que reivindicam terras na propriedade rural da COOPERATIVA AGROPECUÁRIA DO ALTO PARANAÍBA (COOPADAP), no distrito de Guarda dos Ferreiros, interditaram os dois trechos da BR-354 entre os municípios de São Gotardo, Rio Paranaíba e Santa Rosa da Serra.

A paralisação da rodovia durou aproximadamente cinco horas e causou um congestionamento de veículos de aproximadamente sete quilômetros. Para congestionar o trânsito, os manifestantes atearam fogo em galhos e troncos de árvores que estavam no meio da BR-354. Cerca de 200 pessoas, participaram da paralisação, segundo apuração do Portal SG AGORA.

Segundo informações da Polícia Militar de São Gotardo, a BR-354 foi interditada por volta das cinco horas da manhã desta quinta-feira (10). Liderados por uma Associação de Moradores e Trabalhadores de Guarda dos Ferreiros, os manifestantes exigiam a presença do promotor de São Gotardo e Prefeito da cidade, para liberarem o trânsito nos dois sentidos da rodovia.

Após várias horas de negociação com o Comandante da Polícia Militar Major Euzébio, os manifestantes liberam o trânsito na BR-354 e retornaram para o local onde estão assentados desde o início da semana

Na manhã da última segunda-feira (07/08) em Guarda dos Ferreiros, as famílias da manifestação, já haviam invadido uma área de cerca de 48 hectares pertencentes a COOPADAP, localizada nos fundos da sede da mesma.

Segundo as apurações de nossa equipe de reportagens, a invasão e paralisação da BR-354, não possui qualquer vinculo com o Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST). Cerca de 300 pessoas, com 100 famílias, estão assentadas no local desde o inicio desta semana. Após a liberação da rodovia, os manifestantes retornaram para o local do assentamento.

Segurança reforçada

Com a possibilidade de algum tipo de nova movimentação, a segurança em frente a sede da  COOPERATIVA AGROPECUÁRIA DO ALTO PARANAÍBA (COOPADAP) foi reforçada. Equipes da Polícia Militar de São Gotardo e Polícia Militar Rodoviária, estão no local para ajudar na segurança de funcionários e colaboradores da Cooperativa.

Segundo informações de testemunhas, os manifestantes farão uma nova manifestação, agora em frente a sede da COOPADAP. Apesar da segurança reforçada, durante a manifestação, não houveram indícios de agressão ou tumulto por parte dos manifestantes.

Fonte: SG Agora

Deixe seu comentário:

Faça parte!

Faça parte!

Redes sociais

Curta no Facebook

Enquete

O que você achou de nosso novo site?